Meio Antrópico

O meio ambiente Antrópico é um termo comumente usado pela Ecologia para se referir à ação, ato ou resultado da atuação humana no meio ambiente natural.

Antrópico: Do grego, anthropos – gente, homem.

Estas ações podem ser de dois tipos:

  1. Ações humanas estritamente vegetativas: referentes, sine qua non, à sobrevivência do ser humano (caça e colheita de alimentos)

  2. Ações humanas estritamente volitivas: referentes à natureza empreendedora do ser humano (ações voluntárias de transformação, exploração, construção no meio ambiente natural).

Como Fazemos? 

As atividades realizadas e os serviços prestados pela Plonus referentes ao Meio Antrópico concentram-se mais especificamente  no segundo tipo de ação, com foco na implantação e operação de empreendimentos de qualquer natureza  que possam  trazer impactos ao meio ambiente natural e na vida das pessoas que fazem parte dele.

A metodologia utilizada exige a participação de equipe multidisciplinar formada por sociólogos, assistentes sociais, geógrafos, urbanistas, advogados e engenheiros ambientais. São valorizados os processos de discussão com a comunidade e a transparência nas informações, a fim de dar maior segurança ao empreendedor e no cumprimento das legislações específicas.

A área de atuação do Meio Antrópico está relacionada às questões imobiliárias/fundiárias, desenvolvimento local/regional, uso e ocupação da terra e atividades produtivas e demais áreas que envolvam a relação do homem com os recursos naturais.

Questões Imobiliárias/Fundiárias

As questões imobiliárias/fundiárias estão estreitamente relacionadas à instalação de  empreendimentos, pois a depender da sua natureza ou do seu porte, um empreendimento pode causar processos de transformação em seu entorno que podem afetar a comunidade do local, de um município ou até de uma região.

Muitas vezes são necessários processos de desapropriação de imóveis, no qual a Plonus pode atuar desde a realização do cadastro fundiário, orientação das famílias, mediação de conflitos, como também acompanhar o processo de desapropriação até a desocupação final das áreas desapropriadas.

A partir de processos de desapropriação também podem ocorrer a necessidade de reassentamento de famílias, onde poderemos também atuar na assessoria da elaboração do Plano de Desenvolvimento de Assentamento – PDA.

Plonus realiza o acompanhamento social do seu empreendimento, garantindo a blindagem jurídica necessária para que sua empresa ou instituição se mantenha regular no que se refere ao licenciamento ambiental e ao atendimento aos demais requisitos legais exigidos.

Desenvolvimento Econômico e Regional

O desenvolvimento econômico de Pernambuco tem passado por muitas transformações ao longo dos últimos anos, onde as regiões têm sofrido constantes transformações econômico-espaciais, principalmente decorrentes de impactos a partir da implantação de grandes obras de infraestrutura, de grandes complexos industriais, de empresas e de serviços. A análise e o acompanhamento abrangente da evolução destes impactos é uma demanda latente para os trabalhos realizados pelo Meio Antrópico.

Os impactos ambientais relacionados ao eixo temático meio antrópico compõem um conjunto de intervenções no ambiente com desdobramentos primordiais para a sociedade civil, agricultores, produtores da área afetada e de influência, bem como na conservação/preservação dos patrimônios históricos, culturais e ambientais.

A Plonus oferece um conjunto de Programas Ambientais voltados para a eliminação ou mitigação dos impactos sociais e econômicos a partir dessas intervenções no meio ambiente.

Um dos principais produtos desta área é a elaboração ESTUDO DA VIABILIDADE DE IMPLANTAÇÃO DE EMPREENDIMENTOS, trata-se de um estudo detalhado do mercado voltado para localização de empresas e/ou indústrias. Produto desenvolvido para atender a demanda de grandes empresas e corporações, voltado para a tomada de decisão na localização de novos negócios.

Uso e Ocupação da Terra 

Área de negócio da Plonus voltada para atendimento às exigências legais ao que se refere à implantação de um empreendimento em áreas rurais ou urbanas.

Os produtos desenvolvidos terão como objetivo principal cumprir os pré-requisitos e as exigências legais para o licenciamento ambiental nos períodos pré, durante e pós instalação dos empreendimentos.

Compreendem desde a parte de estudos socioeconômicos e de uso do solo para compor o ESTUDO DE IMPACTO AMBIENTAL – EIA/RIMA, como também o ESTUDO DE IMPACTO DE VIZINHANÇA – EIV/RIV, elaboração de propostas de zoneamento e de uso e ocupação do entorno de empreendimentos, do apoio a necessidade de aprovação de propostas de modificação de trânsito junto ao Poder Público municipal.

A importância dos estudos se dá pela necessidade de se conhecer o ambiente que será impactado pelo empreendimento, buscando preservar os aspectos socioeconômicos da área e do seu entorno, o mais próximo possível da realidade, além de diminuir os possíveis conflitos com a vizinhança. Essas informações são necessárias para elaboração de planos de mitigação de possíveis impactos e de projeção de cenários futuros.

Desta forma, Eixo temático do Meio Antrópico oferece o monitoramento e a implantação de Programas Ambientais – PCAs voltados para a amenização ou mitigação dos impactos da implantação desses empreendimentos, em cumprimento a legislação específica do Licenciamento Ambiental RESOLUÇÃO CONAMA Nº 9, de 6 de dezembro de 1990.

Os produtos oferecidos são desenvolvidos buscando atender exigências impostas por leis orgânicas municipais, por planos diretores e no cumprimento à Lei Federal no 10.257/2001, que se refere ao Estatuto das Cidades.

Atividades Produtivas 

A implantação de empreendimentos de quaisquer natureza pode provocar impactos na atividade econômica e produtiva de uma região, tanto do ponto de vista de perda de áreas produtivas devido a processos de desapropriação de áreas, como também pela atração de novos negócios a partir de maior oferta de infraestrutura ou do aproveitamento de externalidades.

A Plonus oferece a seus clientes a expertise de elaborar, implementar e monitorar planos e/ou programas para a mitigação de impactos nas atividades econômicas e produtivas, a partir da avaliação das potencialidades de cada localidade e também da relação com o empreendimento ora instalado.

Os processo de mobilização social e articulação interinstitucional também são ferramentas de trabalho dos profissionais daPlonus. As ações voltadas para a dinamização das atividades econômicas e produtivas valorizam a articulação com órgãos governamentais, instituições públicas, ONGs, como também de outras empresas.

Além disso, a equipe multidisciplinar Plonus pode oferecer ou intermediar cursos de capacitação e qualificação profissional especifica para atender as necessidades de pessoal qualificado para atender as demandas de geração de emprego que poderão surgir a partir da implantação do empreendimento, tanto no período de implantação como também no período de funcionamento.

Em outra vertente, a Plonus também incentiva, acompanha e orienta a dinamização das  economias locais com o uso de Tecnologias Sociais – TS, a partir da valorização dos potenciais locais, realização de oficinas, treinamentos e  também da elaboração de projetos para captação de recursos.